top of page

SAAE PROMOVE ATIVIDADE INCLUSIVA JUNTO AO GRUPO DE BENEFICIÁRIOS 60+ DO MOVIMENTO DE MULHERES NEGRAS DE SOROCABA (MOMUNES)

O Censo Demográfico de 2022, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revelou um aumento na população acima de 65 anos em Sorocaba. Integrar esse segmento em programas de educação ambiental é crucial para assegurar que a consciência e ações de preservação ambiental permeiem todas as camadas socioeconômicas da cidade, promovendo comportamentos que favoreçam a sustentabilidade dos recursos naturais.

Adicionalmente, envolver os idosos em atividades de educação ambiental pode enriquecer essas iniciativas com o conhecimento empírico deles sobre o uso e manejo dos recursos naturais e as soluções locais para problemas ambientais cotidianos. Essa integração também pode fortalecer laços intergeracionais, cultivando respeito e compreensão mútuos entre diferentes grupos da comunidade, além de ajudar a superar práticas culturais que impactam negativamente o ambiente.

No dia 07 de maio de 2024, ocorreu a atividade 3.3 do Projeto de Trabalho Técnico Socioambiental de Esgotamento Sanitário (PTTS ES), “Comunidade no SAAE”, a última excursão de uma série de 16 eventos, visitando a Estação de Tratamento de Água Dr. Armando Pannunzio (ETA Cerrado) e a Estação de Tratamento de Esgoto Sorocaba 1 (S1), aproximando o público participante dos processos envolvidos nos tratamentos, possibilitando acesso à informação e de sensibilização para uso racional dos recursos naturais.

As articulações ocorreram entre Equipe Social do PTTS ES e a coordenação do Movimento de Mulheres Negras de Sorocaba (MOMUNES), uma Organização da Sociedade Civil, sem fins lucrativos, voltada para o protagonismo e empoderamento feminino e que foca em uma educação afrocentrada. Os 26 participantes são beneficiários e profissionais do Centro Dia da Pessoa Idosa - Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos - SCFV.

De início, já acomodados no transporte que o levariam até os locais de visitação, o público recebeu instruções de segurança como manter os cintos afivelados, cadarços amarrados e cuidados com degraus do veículo.

Chegando ao primeiro local a ser visitado, o grupo foi recepcionado pela Equipe de Educação Ambiental da ETA Cerrado, responsável pelas apresentações no local. Inicialmente, o público presente foi acomodado no auditório. O OMI Consórcio fez uma apresentação sobre o PTTS ES, os objetivos das atividades do dia, além de recapitular um breve histórico sobre a experiência de 2 anos em território sorocabano. A seguir, os representantes do SAAE apresentaram a importância da água e de sua preservação, além dos impactos da poluição, dados históricos e os processos de tratamento de água presentes na estação.

Na sequência, os participantes foram convidados a conhecer a maquete da ETA, onde explicações complementares foram feitas, reforçando a atenção do público aos processos de tratamento de água existentes. Neste momento, o público foi informado que, por abastecer a maior parte do município de Sorocaba, a ETA Cerrado é a de maior impacto para o município. Todos demonstraram estar impressionados com a estrutura apresentada. Em seguida, uma visitação guiada pela estação possibilitou aos participantes conhecer laboratórios e a área de operações dos filtros da estação, sendo a última etapa do processo antes do seu armazenamento. Com a primeira parte das visitas finalizada, a equipe de Educação Ambiental entregou panfletos sobre os conteúdos abordados nas suas apresentações para leitura posterior.

O próximo local de visitação foi a ETE Sorocaba 1 (ETE S1). Com todos acomodados novamente no ônibus serviu-se os kits de lanches, composto por sanduíche de presunto e queijo, acompanhado de suco de caixinha e bolinhos.

Na ETE S1, o grupo foi recebido pela equipe de Educação Ambiental do local e acomodado no auditório para uma apresentação em que foram abordados a importância do tratamento do esgoto, o panorama sobre a situação atual de Sorocaba. Neste momento, ficaram sabendo que o SAAE coleta 99% e trata 97% do esgoto de Sorocaba, além da informações específicas sobre o tratamento. Com as explicações devidamente feitas, os participantes foram convidados a conhecer de perto algumas etapas do sistema de tratamento, em passeio a pé pelas instalações. Ademais, foram tratadas boas práticas para prevenir problemas nas redes, como evitar o descarte indevido de itens na rede de esgoto.

No percurso, os visitantes puderam observar o funcionamento das bombas sopradoras de ar, responsáveis pela oxigenação do esgoto, e em seguida os tanques de aeração, onde o tratamento biológico do esgoto mostra-se em ação. Ao final, todos seguiram até a etapa de despejo do esgoto tratado no Rio Sorocaba, considerado 80% mais limpo do que entrou na ETE.

Os depoimentos e fotografias registradas evidenciam que a atividade foi realizada com êxito e alcançou o objetivo de compartilhar informações e sensibilizar as pessoas quanto ao cuidado no uso dos recursos naturais no meio ambiente urbano.


“Gostaria de agradecer e dizer que foi muito gratificante para nossos beneficiários e funcionários. Acredito que todos saíram com um grande conhecimento daqui.”

(Cintia Lima, coordenadora do projeto MOMUNES)


“Estou emocionada e feliz, pois nunca achei que tivesse a oportunidade de conhecer as estações. Sempre tive a curiosidade de vir, mas não sabia que poderia.”

(Maria Aparecida da Silva Prioli, beneficiária do projeto MOMUNES)


“A visita nos proporcionou um conhecimento sobre como é realizado o tratamento de água e esgoto, algo que vou guardar para mim e passar aos meus netos.”

(Amaury de Paula Campos, beneficiária do projeto MOMUNES)


Alguns registros da atividade podem ser observados a seguir.







Comments


ícone  para acessar o whatsapp do projeto.
bottom of page