top of page

CRAS VITÓRIA RÉGIA

Finalizando a sequência de atividades da oficina Limpeza Urbana e Coleta Seletiva, no dia 07/12/2022 realizou-se esta atividade na área física do CRAS Vitória Régia. Na oportunidade, contou-se com a participação de um grupo adultos e idosos moradores da região, sendo parte destes beneficiários do Cartão Alimentação e os demais pessoas em vulnerabilidade social, tal qual observou-se na primeira atividade realizada no local.

Ao chegar no CRAS, a equipe OMI foi recebida pela sua coordenadora, seguindo-se para a sala reservada para a oficina, onde alguns participantes já aguardavam pelo início da atividade. Neste momento, organizou-se a sala juntamente com a apresentação, não conseguindo-se projetar a tela na parede adequadamente, devida a claridade existente na sala. Dessa forma, para facilitar a compreensão dos conteúdos apresentados, fez-se a distribuição da apostila com os materiais do evento.

Para registrar todos os presentes, passou-se a lista de presença do OMI, na qual alguns dados foram solicitados: nome do participante, telefone, e autorização ou não em relação aos seus direitos de imagem para futuras postagens do trabalho. Destaca-se que nem todos os participantes foram favoraveis a expor sua imagem, fazendo com que os registros fossem realizados cautelozamente.

Antes da apresentação dos conteúdos, em um primeiro momento foi feita a apresentação da equipe, com informações da área de atuação e formação, sobretudo para os participantes que não estiveram presentes na primeira atividade do CRAS.

Em seguida, foi feita uma recapitulação sobre o PTTS ES, para que os novos participantes se inteirassem sobre o projeto e seu andamento. Dessa forma, foram abordadas todas as entidades envolvidas, suas funções, e a organização pré-estabelecida, atrelada indiretamente às obras em andamento.

Apresentou-se o que é limpeza urbana, os serviços públicos e as responsabilidades do poder público neste processo. Explanou-se também sobre os prejuízos à saúde pública caso estes serviços não sejam executados com. Além disso, abordou-se a responsabilidade dos munícipes na produção e manejo de seu lixo, bem como na separação do material reciclável.

Enfatizou-se que a limpeza urbana está diretamente ligada à saúde pública e ambiental e envolve os serviços de varrição, capina e roçada, poda, coleta de resíduos sólidos, limpeza após feiras livres, bem como a limpeza de bocas de lobo, praias, cemitérios e demais logradouros.

No que se refere ao tema de coleta seletiva, foi abordada a redução dos impactos ambientais do consumo: a separação dos resíduos facilita muito o seu tratamento e diminui as chances de impactos nocivos para o ambiente e para a saúde da vida no planeta, incluindo a vida humana.

Para além de informações compartilhadas em projeções, das trocas de experiências entre os participantes, a atividade contou com uma descontraída dinâmica em que fichas com vários tipos de materiais foram distribuídas entre os presentes e soluções foram pensadas conjuntamente: seria possível reutilizar aquele material? Se não, era um material reciclável? De que tipo? Em último caso, sendo um rejeito, qual a destinação mais adequada? As ideias foram surgindo e a maioria expondo seu ponto de vista.

Ao longo da apresentação, foi observado que muitos participantes tinham domínio e bastante experiência com o assunto, sendo alguns deles trabalhadores informais na área de coleta seletiva, facilitando a interação e a compreensão sobre os conteúdos da oficina. A todo momento surgiam novas perguntas e questionamentos, nos quais os próprios participantes falavam e respondiam, sempre de modo convicto e correto.

Ao fim da atividade, houve um momento de lanche para todos os presentes, onde a equipe OMI, equipe do CRAS Vitória Régia e os participantes se reuniram para conversar e descontrair, fortalecendo ainda mais os laços dos grupos envolvidos.

Alguns registros das atividades podem ser vistos nas fotografias a seguir.


Commenti


ícone  para acessar o whatsapp do projeto.
bottom of page