top of page

CRAS APARECIDINHA

Articulada com a coordenadora do CRAS Aparecidinha desde o fim de setembro/22, incluída na programação do Projeto de Trabalho Técnico Socioambiental – Esgotamento Sanitário (PTTS ES), a Oficina “Conscientização sobre Limpeza Urbana e Coleta Seletiva” foi realizada em 06/10/22, dando prosseguimento a este ciclo de palestras.

O evento contou com a presença de 22 munícipes, contemplando homens e mulheres de idades distintas, todos beneficiários do Programa Cidadania na Mesa, contemplados com o Cartão Alimentação.

No dia e local combinado para a atividade, a equipe técnica do OMI foi recebida pela coordenadora do CRAS, juntamente à assistente social deste equipamento. Alguns participantes já aguardavam na área externa da edificação, onde aconteceu a atividade.

Para contextualizar os participantes sobre o evento, fez-se necessária a apresentação da equipe, com informações da área de atuação e formação, sobretudo para os participantes que não estiveram presentes no primeiro evento realizado neste CRAS.

Em seguida, foi feita uma breve explanação sobre o PTTS ES, momento no qual foram abordadas todas as entidades envolvidas, suas funções, e a organização preestabelecida, atrelada indiretamente às obras em andamento. Foi apresentado como é composta a estrutura da rede de esgoto, para realização do tratamento.

Logo depois, uma moradora do bairro, a convite do CRAS Aparecidinha, compartilhou as experiências de seu grupo, atuante neste equipamento, que foca na compostagem de material orgânico. Fez o chamado a todos os presentes para que conheçam o projeto e participem.

A partir de então, a conversa começou a abordar, também, a limpeza urbana os serviços públicos e responsabilidades do poder público neste processo, visto os prejuízos com a saúde pública caso o poder público não assuma esses serviços. Foi mencionada a responsabilidade dos munícipes na produção e manejo de seus resíduos domésticos, bem como na separação do material reciclável.

A limpeza urbana está diretamente ligada à saúde pública e ambiental e envolve os serviços de varrição, capina e roçada, poda, coleta de resíduos sólidos, limpeza após feiras livres, bem como a limpeza de bocas de lobo, praias, cemitérios e demais logradouros.

Entrando no tema de coleta seletiva, foi abordada a redução dos impactos ambientais do consumo: a separação dos resíduos facilita muito o seu tratamento e diminui as chances de impactos nocivos para o ambiente e para a saúde da vida no planeta, incluindo a vida humana.

Para além das informações compartilhadas, das trocas de experiências entre os participantes, a atividade contou com uma descontraída dinâmica em que fichas com vários tipos de materiais foram distribuídas entre os presentes e soluções foram pensadas conjuntamente: seria possível reutilizar aquele material? Se não, era um material reciclável? De que tipo? Em último caso, sendo um rejeito, qual a destinação mais adequada? As ideias foram várias, risadas também.

Devida a falta de estrutura física para a apresentação em PowerPoint, fez-se apenas a apresentação com auxílio de folders, porém, devido ao grande interesse e participação do grupo, não foram comprometidos a qualidade e o entendimento dos participantes com relação aos conteúdos disponibilizados.

Houve interação, cooperação e confiança estabelecida entre a equipe do OMI Consórcio e a equipe do CRAS, a qual se mostrou prontamente disponível para auxiliar a equipe OMI Consórcio durante a realização do evento.

Observou-se o interesse de pessoas que não participaram do primeiro evento realizado no mês anterior, que aliada à metodologia proposta para o evento, resultou em um momento descontraído e de boa interação com todos os presentes.


Alguns registros da atividade podem ser vistos nas fotografias a seguir.

ícone  para acessar o whatsapp do projeto.
bottom of page