top of page

Comunidade no SAAE: Visitas monitoradas à ETA Cerrado e ETE S1

Prosseguindo com a série de visitas a Estação de Tratamento de Água Dr. Armando Pannunzio (ETA Cerrado) e a Estação de Tratamento de Esgoto Sorocaba 1 (S1), intitulada como “Comunidade no SAAE”, no dia 16/05/2023 realizou-se a atividade com adolescentes integrantes da Pastoral do Menor Habiteto e jovens acolhidos do Lar São José, pertencente ao Movimento de Mulheres Negras de Sorocaba (MOMUNES). Tal atividade, constitui a Ação 3.3 do Projeto de Trabalho Técnico Socioambiental de Esgotamento Sanitário (PTTS CP), e tem por intuito levar moradores das regiões de abrangência dos CRAS abrangidos no projeto, para que possam conhecer os sistemas de tratamento de água e esgoto existentes no município de Sorocaba, possibilitando acesso a conhecimentos não antes possíveis a eles.

Para a organização da atividade, as coordenadoras da Pastoral e do MOMUNES ficaram responsáveis pela mobilização dos participantes, uma vez que preferiram se encarregar disto, enquanto o OMI Consórcio se responsabilizou pelo transporte e alimentação da atividade.

Por volta de 7h15, a equipe OMI Consórcio chegou na Pastoral do Menor do Habiteto, local inicial do percurso da atividade. Ao chegar, a equipe observou a presença de alguns dos alunos que iam para a visita, de funcionários do local, além do ônibus da excursão. Enquanto a equipe aguardava a chegada do lanche, os demais participantes da excursão foram chegando, e confirmando o nome na lista de presença através de uma chamada, juntamente com a coordenadora da pastoral que havia acabado de chegar.

Com as confirmações de nomes, observou-se que alguns não estavam presentes na lista da equipe OMI Consórcio, sendo necessária a inclusão manualmente, por se tratar de nomes confirmados anteriormente pela coordenadora. Outros três participantes, que não estavam na lista passada inicialmente pela pastoral se fizeram presentes, uma adolescente para substituir outra que não pode ir, além de dois adolescentes mais novos, confirmados no momento da checagem de nomes. Após verificar se teria espaço disponível para os participantes não mencionados anteriormente, a equipe OMI Consórcio confirmou que era possível a suas participações, mas devido a quantidade restrita de lanches estabelecida pela equipe do projeto, outros dois kits de lanches extras foram fornecidos pela equipe da Pastoral do Menor.

Durante a verificação dos presentes, a equipe OMI Consórcio observou que dois adolescentes não estavam com sapatos fechados, sendo esta uma exigência do SAAE para as vistas. Desta forma, foi necessário o empréstimo do calçado de uma funcionária da pastoral, além da troca do outro participante em sua casa, uma vez que mora perto do local. Feitas tais recomendações, acomodou-se os participantes no ônibus para a partida por volta das 7h50, totalizando 29 adolescentes, e três acompanhantes da pastoral.

Apesar de todos os participantes da pastoral estarem acomodados, o ônibus só conseguiu partir em direção ao Lar São José por volta de 8h05, visto que o lanche da atividade atrasou cerca de 40 minutos devido a entregas anteriores.

Com o lanche carregado, o ônibus saiu da pastoral com itinerário para a busca dos jovens pertencentes a instituição MOMUNES.

Assim como feito na pastoral, verificaram-se os nomes dos adolescentes confirmados em lista. A equipe foi avisada que a responsável por acompanhar os jovens do Lar São José havia passado mal, sendo substituída por outra cuidadora, às pressas. O segundo grupo estava formado, portanto, por jovens de até 13 anos, além de uma cuidadora, totalizando 11 pessoas do Lar São José.

Considerando os dois equipamentos, 43 participantes entre jovens e adultos fizeram parte da excursão, registrando a visita de maior participação até o momento entre todas as visitações previstas no PTTS ES.

No caminho até a ETA Cerrado, algumas orientações foram passadas, como manter os cintos afivelados, ir ao banheiro do ônibus 1 por vez solicitando auxílio da equipe OMI Consórcio, não levantar enquanto o ônibus estiver em movimento, e não correr e comer nas estações de tratamento de água e esgoto.

Apesar de não ter sido informado pela coordenação do MOMUNES na época da articulação, quando foi solicitado o perfil do grupo e foram feitas as explicações sobre a ação, foi durante o primeiro deslocamento que a cuidadora responsável informou que os direitos de imagens destes eram preservados, não possibilitando registros fotográficos ao longo do evento. Dessa forma, tomaram-se os devidos cuidados para que os jovens do Lar São José não aparecessem nas fotografias da equipe.

Às 9h15, pesar dos contratempos, o ônibus chegou a ETA Cerrado, onde a equipe de Educação Ambiental do SAAE aguardava a chegada de todos. Em seguida, os participantes foram acomodados no auditório da estação, onde assistiram a uma palestra sobre a importância da água e o seu processo de tratamento e distribuição da estação. Temáticas como poluição da água, importância da sua conservação e desperdícios também foram abordadas. Após a apresentação, os participantes foram convidados a conhecer a representação da ETA em maquete, onde explicações complementares foram abordadas.

Em seguida, um tour pela estação foi realizado e guiado pelos membros de Educação Ambiental da ETA, onde todos os presentes puderam conhecer laboratórios e a área da etapa dos filtros do tratamento de água, sendo esta a última antes do seu armazenamento e distribuição.

Finalizando a primeira etapa da excursão, os presentes tomaram água e foram ao banheiro antes de seguir para a ETE Sorocaba 1. Neste momento, a equipe de Educação Ambiental entregou panfletos sobre os conteúdos abordados nas suas apresentações para leitura posterior, acompanhado de um jogo dos 7 erros do uso da água.

Com todos acomodados novamente no ônibus, partiu-se para o segundo destino. No percurso, os kits lanches foram distribuídos pela equipe OMI Consórcio (sanduíche de pão com presunto e queijo, e suco de caixinha). Todos comeram e avaliaram positivamente a primeira parte do passeio.

Chegando na ETE Sorocaba 1, a equipe de Educação Ambiental da estação recebeu a todos, acomodando-os no auditório do local. Foi realizado uma apresentação sobre o sistema de tratamento de esgoto da ETE, além de explicações sobre a importância do sistema de tratamento de esgoto, discorrendo sobre o panorama atual de Sorocaba e os projetos que vêm ocorrendo visando melhorias no sistema de saneamento da cidade.

Em seguida, todos foram convidados a conhecer de perto alguns dos processos existentes na estação. Visando a segurança dos adolescentes, locais altos e de difícil acesso foram evitados, permanecendo durante todo o processo em solo. Primeiramente, visitaram os compressores de ar, responsáveis pelo abastecimento do oxigênio no esgoto para a produção dos microrganismos existentes no processo. Logo em seguida a equipe da estação levou os participantes para verem o esgoto tratado sendo despejado no Rio Sorocaba, tomando-se os devidos cuidados com a aproximação ao local.

Finalizando a visita, a os adolescentes agradeceram a equipe do SAAE e retornaram ao ônibus, para retornarem aos seus devidos equipamentos. No percurso de volta, brindes foram entregues aos participantes: um bloco de anotações e caneta personalizados dos PTTS Esgotamento Sanitário e Controle e Redução e Perdas. Além disso, avaliações dos participantes e depoimentos foram coletados, evidenciando a satisfação e alegria dos participantes para com a oportunidade de visitas disponibilizada pelo SAAE.

No deslocamento final, primeiro foram entregues os adolescentes da Pastoral do Menor Habiteto, e posteriormente pelo Lar São José.

Importante frisar que não houve qualquer tipo de interação entre os jovens das duas entidades.

Alguns registros fotográficos e depoimentos coletados podem ser vistos a seguir.






ícone  para acessar o whatsapp do projeto.
bottom of page