top of page

Comunidade no SAAE: Visitas monitoradas à ETA Cerrado e ETE S1

No dia 24/01/23, a equipe OMI Consórcio entrou em contato com a coordenação do CRAS Cajuru para falar da possibilidade de realizar a Ação Comunidade no SAAE, prevista pelo Projeto de Trabalho Técnico Socioambiental – Esgotamento Sanitário (PTTS ES) com o grupo de beneficiários do Cartão Alimentação referenciados neste equipamento público. Prontamente aceito, foi combinado que os funcionários do equipamento social entrariam em contato com os participantes da mais recente atividade realizada no local, a fim de avisá-los que a equipe do PTTS ES ligaria para dar detalhes da atividade.

Iniciado o processo de mobilização e convite aos possíveis interessados em participar da excursão e visita guiada às instalações da Estação de Tratamento de Água Armando Pannunzio (ETA Cerrado) e à Estação de Tratamento de Esgoto Sorocaba 1 (ETE S1), a coordenadora do CRAS informou, no dia 08/02/23, que haviam sido feitas todos as ligações por parte do equipamento e que os próximos contatos estariam liberados.

Desta forma, no mesmo dia 08/02, por mensagens e ligações via WhatsApp, foi iniciado o processo de contato com estes beneficiários para explicação da atividade em si, com detalhes da ação. Houve bastante dificuldade em encontrar as pessoas ou receber retorno pelo próprio aplicativo de mensagens.

No dia 10/02, com o intuito de dar mais força à divulgação, foi criado um grupo de WhatsApp, com todos os contatos de celular. Alguns destes aceitaram o convite. Por ali, talvez reconhecendo um ou outro morador da mesma região, assim, algumas pessoas começaram a dar algum retorno.

Neste grupo foram disponibilizadas todas as informações sobre a visita guiada às estações de tratamento, critérios para visitação (idade mínima, vestimentas), horário de saída, necessidade de apresentação de documento. Também foi enviado o cartaz digital da atividade, com estes detalhes.

A confirmação para participação foi feita basicamente de duas formas: mensagem de texto no WhatsApp e ligação telefônica em dias e horários alternativos (incluindo fim de semana e período noturno).

Na véspera da excursão, dia 14/02, estavam confirmadas 16 pessoas que foram incentivadas a levar mais alguém da família ou de sua vizinhança. Também foram estendidos os convites à grupo de mulheres do Curso de “Pequenos Reparos Residenciais”, mas não houve mais interessadas para além das que já haviam ido na excursão com o grupo do CRAS Nova Esperança.

Importante deixar registrado que a programação feita pela equipe do PTTS ES de combinar o ponto de saída do ônibus fretado, contratado para este dia, seguiu à risca o tratado com a equipe do CRAS Cajuru.

Foi bastante curiosa a sensação de desapontamento dos participantes com a própria comunidade em ver tão poucas pessoas indo na atividade, visto que sabiam que haviam sido disponibilizadas 30 vagas e, de fato, compareceram apenas 8. Isto se refletiu, espontaneamente, nos vídeos de depoimento que foram feitos no final da atividade.

Na saída do CRAS Cajuru, já foi disponibilizado um lanche composto de pão de leite com frios e suco, visto que a distância a ser percorrida seria bastante longa.

Recebidos pela equipe de Educação Ambiental do SAAE, na ETA Cerrado, e posteriormente conduzidos ao auditório do local, os presentes participaram de uma palestra sobre o sistema de tratamento de água do município e a importância da água para a sobrevivência. Ressalta-se que o motorista do ônibus contratado pela equipe do PTTS ES, do mesmo modo que o motorista do dia anterior, perguntou se poderia participar das atividades, pois tinha grande interesse na temática. Prontamente foi acolhido pelo grupo. Seguiu-se depois, a exposição de maquetes das estações e a visita às instalações da estação para conhecer de perto alguns dos processos de tratamento de água assim como os laboratórios. Nesta etapa, como sempre, muitas perguntas foram feitas aos monitores e registros foram feitos.

Ao sair da ETA Cerrado, o grupo foi para o ônibus e lá novamente foi servido um lanche, uma forma de recobrar as energias e passar o tempo de deslocamento. A esta altura, o papo já corria solto entre os participantes e a equipe do PTTS ES.

A segunda parada da excursão foi na ETE S1, que também conta com uma equipe de Educação Ambiental, a qual recebeu a todos com uma apresentação sobre o sistema de tratamento de esgoto do local, complementado por vídeo do processo de tratamento. Aproveitando a manhã de muito sol, foi possível convidar os participantes a conhecer os equipamentos e instalações de perto, ao longo de um espaço verde bastante organizado, onde puderam ver o esgoto tratado voltando para o Rio Sorocaba.

Ao final de todo o percurso, o grupo voltou ao ônibus para dirigir-se ao ponto inicial de encontro, trajeto durante o qual foi aplicada a pesquisa de avaliação da atividade, com resultados positivos.

Todos se mostraram interessados, até mesmo os mais tímidos estavam empolgados e com certeza de que conhecer de perto as estruturas do SAAE – Sorocaba lhes dá mais autonomia até para conduzir uma conversa no momento de um atendimento na Casa do Cidadão (como citado espontaneamente por 3 pessoas).

Algumas fotografias e vídeos deste dia estão disponíveis a seguir
















ícone  para acessar o whatsapp do projeto.
bottom of page